Júlio Caldas
power trio

Júlio Caldas Power Trio

Ibero Blues de Quarentena

 

 

O Júlio Caldas Trio, formação concebida no final de 2021 para pôr nas ruas as composições reunidas no álbum Ibero Blues de Quarentena. O Herói das Guitarras brinca com lap steel e guitarra baiana no firme sustento da rítmica blue scale groove de Frank Negrão, contrabaixo, e Eric Dutra, bateria. Estão abrindo a eclusa Blues Rock dendezeiro do delta do Paraguaçu à foz do Mississipi.

Janela do Passado - Julio Caldas

Janela do Passado - Julio Caldas

Reproduzir vídeo

Júlio Caldas (Guitarras e voz)

Músico, produtor e pesquisador de instrumentos de cordas dedilhadas, Júlio Caldas, pouco após integrar a banda conquistense Café Com Blues, iniciou a ser chamado pela nata da música brasileira, como Beth Carvalho, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Pepeu Gomes e Danilo Caymmi. Além de multi-instrumentista, ele assina os projetos Circuito Guitarra Baiana, Mostra de Guitarra Baiana e Trio de Guitarra Baiana.

 

Principais prêmios

2005 – Produtor musical

Melhor Disco Regional - Prêmio TIM de Música

“Abre caminho” de Mariene de Castro

2012 – Produtor musical

Prêmio da Música Brasileira – Música Regional

“Lua Bonita” de Socorro Lira,

2015 – Instrumentista

Troféu Dodô e Osmar - Melhor instrumentista de guitarra baiana

Troféu Caymmi – indicado como Artista Revelação. 

2016 – Produtor musical

Prêmio da Música Brasileira - indicado na categoria Samba

“Terreiros”, de Roque Ferreira

img_1957.jpg
8jan22_cpi e jct no _pelomundoclub fts _e.clipe.se_22.jpg

Eric Dutra-(bateria)

Nascido dia 03 de Abril de 1996, iniciou seus estudos em música aos 10 anos tocando bateria, quando ganhou de presente seu primeiro instrumento como solução a rebeldia na escola. Mais tarde passou a estudar guitarra inspirado pelo grande BB King no blues, por encontrar um caminho possível dentro desse universo sonoro. Começou a tocar profissionalmente na banda do seu pai, o grande guitarrista e pesquisador de blues, Celso Dutra, aos 15 anos, e atua junto até hoje, vem acompanhando o músico e pesquisador Julio Caldas a cerca de três anos. Acompanhou Fernando Corisco e Bando Virado no Moi de Coentro. Atua também com produção de audio e vídeo no seu estúdio e ministra aulas de bateria para iniciantes e intermediários. Durante todo esse processo evolutivo musical estudou com nomes consolidados da bateria na Bahia, nomes como Marcelo Brasil, Vitor Brasil, além de ter feito o curso de extensão de bateria da UFBA.

Frank Negrão - (baixo)

Com larga experiência em música popular brasileira, Frank Negrão deixa nítida a sua versatilidade de apaixonado por soul music, african pop e mpb que chega ao ápice no espaço de liberdade e improviso do jazz. 

 

Nas suas composições, Frank Negrão Iniciou suas atividades musicais como sideman de artistas locais na noite baiana e já acompanhou: Preta Gil, Wilson Café, Spencer Chaplin (neto de Charles Chaplin), Bule-Bule, Alobened, Gerônimo, Compadre Washington, Sidney Magal, João Suplicy, Tatau  (Araketu), Julio Caldas, Carla Cristina, Wil Carvalho, Pierre Onassis, Marcia Freire, Adelmário Coelho, Banda Ara Ketu, Márcia Short, Tonho Matéria, Carla Visi, Magary Lord, Ninha, Robson Morais, e Roberto Mendes entre outros, além de compartilhar o palco do Jam Session Open Air Festival em Montreux, Suiça, ao lado de Armandinho Macedo e Jaques Morelenbaum.

frank.jpg
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Ícone do Youtube Branco